As Sete Dores de Maria Santíssima

O livro de poesias As Sete Dores de Maria Santíssima, de Camilo Castelo Branco foi lançado no Brasil, na homenagem à 1ª Jornada Literária Mariana no Maranhão. A obra, publicada pela Ética Editora (Imperatriz – MA), tem 39 páginas, dístico de Coelho Neto, prefácio do arcebispo de São Luís, Dom José Belisário da Silva, e foi organizado pelo historiador Eulálio de Oliveira Leandro.

O livro “As Sete Dores de Maria Santíssima” tem um depoimento da professora Evangelina Maria Martins Noronha, onde afirma que “a Jornada representa para a educação o resgate humanístico dos valores cristãos, através da suave poesia de Camilo Castelo Branco”.

O prefácio do livro foi escrito pelo professor aposentado da Universidade Federal do Maranhão, Antonio Alves Monteiro, também da Ordem Francisca Secular (OFS). No texto “Resgatando uma referência”, Antonio Monteiro afirma que duas obras despertaram-lhe o desejo de divulgar essa literatura mariana: “As Sete Dores de Nossa Senhora”, de Coelho Neto, e “As Sete Dores de Maria Santíssima”, de Camilo Castelo Branco. A primeira em prosa e a segunda na forma poética. Ambas irmanadas no tema e na beleza estilística.

Fonte : Badaueonline

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: