Dedicatória a Alexandre Herculano

Eu sigo aquela velha usança de oferecer aos príncipes obras que a magnanimidade régia aceitava, com o mesmo beneplácito para as excelentes e para as medíocres.
No meu mundo, que se presa de não ser o mundo de todos, também há príncipes assentados em tronos inabaláveis: na firmeza dos tronos está a grande diferença entre os dois mundos.
A obra oferecida não é adulação, nem sequer lisonja, porque não vale um grão de mirra.
Alexandre Herculano disse que não há lauda impressa que não tenha o seu merecimento. Entre tantas, haverá n´este folheto uma só, onde o profundo filósofo encontre a verdade do coração humano?

Camilo Castelo Branco
In Espinhos e flores: drama original
(Dedicado a Alexandre Herculano)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: