Igreja do Bom Jesus do Monte em Braga (4)

“Houve um tempo que do Brasil afluíam valiosas esmolas para a fabrica do Bom Jesus do Monte. Era mysterioso o destino do cofre do Bom Jesus. Não se podia admitir que os tutores da milagrosa imagem comprassem as frondosas arvores que aformosentavam o sitio…

Inaugurava-se a corrida dos burros.”

Camilo Castelo Branco
In Echos Humoristicos do Minho. Nº 1. Porto e Braga : Livraria Internacional de Ernesto Chardron, 1880, p. 10-14

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: