Minho

O Minho lucra muito, visto assim de passagem, na imperial de uma diligência, lá muito no galarim do tejadilho, onde as moscas não se álem a ferretoar-nos a testa e a sevandijar-nos os beiços convulsos de lirismo. Viu V. Ex.ª perfeitamente o Minho por fora: as verduras ondulando nas pradarias, os jorros de água espumando... Continue Reading →

Anúncios

O comendador

(da dedicatória da novela O Comendador) A D. António da Costa Em testemunho da regalada leitura que V. Ex.ª me deu com o seu MINHO, lhe ofereço uma das novelas de cá. O Minho tem o romanesco da árvore e o romance da família. A paisagem sugeriu-lhe, meu caro poeta, as prosas floridas do ridente... Continue Reading →

O Comendador em mp3

As Novelas do Minho, do Camilo Castelo Branco, foram editadas originalmente em 12 fascículos mensais, a partir de 1875 até 1877. Todas as oito novelas foram escritas em S. Miguel Seide, excepto precisamente esta que aqui se apresenta "O Comendador", escrita em Coimbra e dedicada a D. António da Costa, e originalmente publicado n´ "O... Continue Reading →

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: