Fafe e Camilo Castelo Branco

Camilo Castelo Branco, aqui na foto com Ana e Manuel Plácido esteve, desde muito novo, ligado à nossa terra através do seu amigo e confidente José Cardoso Vieira de Castro, proprietário da Casa do Ermo em Paços, onde viria a esconder Camilo aquando da sua fuga à justiça por adultério em 1860, crime punido com... Continue Reading →

Anúncios

Dedicatória a Alexandre Herculano

Eu sigo aquela velha usança de oferecer aos príncipes obras que a magnanimidade régia aceitava, com o mesmo beneplácito para as excelentes e para as medíocres. No meu mundo, que se presa de não ser o mundo de todos, também há príncipes assentados em tronos inabaláveis: na firmeza dos tronos está a grande diferença entre... Continue Reading →

O Morgado de Fafe amoroso

Acaba de ser publicada uma nova edição da comédia de costumes O Morgado de Fafe Amoroso (Ed. Opera Omnia), de Camilo Castelo Branco. Segue-se à anterior publicação de O Morgado de Fafe em Lisboa. Tal como a anterior, esta edição é da responsabilidade de Cândido Oliveira Martins (docente da Faculdade de Filosofia da Universidade Católica... Continue Reading →

Regresso a Camilo

Regularmente a Biblioteca Pública de Braga dedica a sua atenção a Camilo Castelo Branco, um dos maiores autores da língua portuguesa. É o que vai suceder no próximo dia 16 de Abril, data em que vai promover a apresentação de uma nova edição de "O Morgado de Fafe em Lisboa" que a Opera Omnia acaba... Continue Reading →

O Morgado de Fafe em Lisboa

Esta nova edição de O Morgado de Fafe em Lisboa é precedida por uma introdução crítica de Cândido Oliveira Martins. Nesse estudo, contextualiza-se a relevância e o significado da escrita teatral de Camilo e da sua vocação dramática. Salienta-se a variedade dos títulos publicados neste domínio e a sua temática dominante, com este enquadramento: A... Continue Reading →

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: