Falam Velhos manuscritos…sobre Camilo Castelo Branco – Magalhães Basto (1894-1960)

Falam velhos manuscritos...[Periódico] / A. de Magalhães Basto . - (3 agosto 1934-16 outubro 1959) . - Porto : O Primeiro de Janeiro, 1934-1959 . - ; 30 cm. 4 Pastas com recortes de imprensa fotocopiados . - CC-FG L BAS/fal     O Porto desancado por Camilo / A. de Magalhães Basto IN: Falam... Continue Reading →

Anúncios

O Mundo Elegante (2)

O MUNDO ELEGANTE. — (Collecção de Historias, Biographias, Romances, Poesias e Dramas) redigido por Camillo Castello Branco. Ilustrado com os retratos de D. Pedro V, Princeza Amélia, Garrett, Rossini, e varias outras gravuras. Acompanhado de varias musicas para pianno, por Carli, Ribas, Moreira, Vianna e Dubini. Lisboa. Livraria de Manoel Antonio Campos Junior. 1863. 22,5x32... Continue Reading →

O Mundo Elegante (1)

O Mundo Elegante será o mundo patarata? Suspeita daninha que entra a enguiçar-me logo no principio! O mundo elegante e a sociedade polida, lustrosa, envernizada no corpo e no pensamento, na ação e na palavra, na intenção e na obra. Patarata quer dizer ostentação vã. Elegância quer dizer escolha. Poderão emparceirar-se as duas coisas num... Continue Reading →

O que me espanta é viver!

[Ex.mº Sn.or] Não ha que esperar na velhice quando a mocid.e foi desbaratada, contrahindo emprestimos adiantados ás forças da vida porvindoura. Não me admiro deste esfacellamento: o q me espanta é viver.   Camilo Castelo Branco [a Tomás Norton, S. Miguel de Ceide,  7 de Novembro de 1884] Doze Cartas Inéditas de Camilo Castelo Branco,... Continue Reading →

A Bruxa do Monte Córdova

Bruxa do Monte Córdova conta-nos a história de Angélica, uma rapariga que, sendo “a mais formosa da sua aldeia”, a quem todos cortejam, envolve-se numa relação proibida. Com a morte do amante acaba por enfrentar sozinha o estigma da exclusão social e da intriga. “bruxa do monte Córdova” era geralmente o nome injusto senão injurioso,... Continue Reading →

O Segredo de salvar-me

Quem há aí que possa o cálix De meus lábios apartar? Quem, nesta vida de penas, Poderá mudar as cenas Que ninguém pôde mudar ? Quem possui na alma o segredo De salvar-me pelo amor? Quem me dará gota de água Nesta angustiosa frágua De um deserto abrasador? Se alguém existe na terra Que tanto possa, és tu só! Tu só, mulher, que eu adoro, Quando a Deus... Continue Reading →

Amor infinito

Da mulher o que nos comove e enleva é a parte impoluta que ela tem do céu; é a magia que a fada exercita obedecendo a interno impulso, não sabido dela, não sabido de nós. Ali há mensagem de outras regiões; aqui, no peito arquejante, nos olhos amarados de gozozas lágrimas, há um espirar para... Continue Reading →

Hotel Paris (Porto)

Com 136 anos de vida, feitos em Novembro último, e palco de encontro, no passado, de escritores portugueses célebres como Camilo Castelo Branco ou Eça de Queirós, o Grande Hotel de Paris já passou por momentos bons e maus. Na última década, tem tentado recuperar e preservar a sua história. Situado nos números 27 a... Continue Reading →

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: