Camilo íntimo 2

Senhor Deus, sejas tu quem fores, estejas ou não estejas onde estiveres, põe os teus miraculados olhos e os teus divinos sentidos nas palavras sábias e admiravelmente blasfemas do infinito   Camilo Castelo Branco In 'Camilo Íntimo - cartas inéditas de Camilo Castelo Branco ao Visconde de Ouguela', edição Clube do Autor)

Anúncios

Camilo íntimo 1

"Um coração é o maior tesouro do céu e da terra, o supremo poder abaixo de Deus, e tal, que, se um coração pudesse entrar no Inferno, o Inferno seria aniquilado" Camilo Castelo Branco In 'Camilo Íntimo - cartas inéditas de Camilo Castelo Branco ao Visconde de Ouguela', edição Clube do Autor  

Lágrimas abençoadas

A QUEM LER QUE FELICIDADE É POSSIVEL SOBRE A TERRA: tal é o pensamento d' este romance. QUE FELICIDADE, CONFESSADA PELA CONSCIENCIA, É A UNICA VERDADEIRA: quizera eu poder provar,  assim como posso sentir. QUE A FELICIDADE VEM A PREÇO DE LAGRIMAS, COMO A CONSOLAÇÃO DO SALVAMENTO A PREÇO DAS AGONIAS DO NAUFRAGIO: é um... Continue Reading →

Alma

Os que dão cegamente a sua alma a quem o não merece, e rogam a Deus o resgate dela, sentem-se livres Camilo Castelo Branco In Agulha do palheiro Fonte: Público; Fotografia: Rafael Marchante/Reuters Um homem em transe durante o festival que celebra o santo Moulay Abdessalam, em Tetuán. Milhares de peregrinos de todas as regiões... Continue Reading →

Instituição divina há uma só: o mundo. Camilo Castelo Branco As pessoas que ficaram sem casa no sismo de L'Aquila, cidade medieval de Abruzzo destruída na noite de segunda para terça-feira, celebraram ontem à noite a Vigília Pascal, no acampamento onde vivem. Foto: Alessia Pierdomenico/Reuters Fonte: Público de hoje

Estômago

de Mazen Kerbaj de Mazen Kerbaj Ainda no "Coração, Cabeça e Estômago", o Estômago é a parte do livro que menos tem a ver com os ideais de Camilo. Aqui, na realidade, ele não defende um positivismo prático, nem tem a convicção de que a felicidade se realiza no regresso à terra, apesar da personagem... Continue Reading →

A música das árvores

Ao reler Camilo, vejo-o reencontrar-se com as suas memórias No Bom Jesus do Monte[1], divagando e reflectindo uma última vez por entre os arvoredos "em rebates de saudade". Este livro, onde relata amizades e amores que testemunhou ou viveu nas suas diversas estadas no sagrado monte entre 1835 e 1863, no dizer do próprio escritor... Continue Reading →

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: