O Mundo Elegante (2)

O MUNDO ELEGANTE. — (Collecção de Historias, Biographias, Romances, Poesias e Dramas) redigido por Camillo Castello Branco. Ilustrado com os retratos de D. Pedro V, Princeza Amélia, Garrett, Rossini, e varias outras gravuras. Acompanhado de varias musicas para pianno, por Carli, Ribas, Moreira, Vianna e Dubini. Lisboa. Livraria de Manoel Antonio Campos Junior. 1863. 22,5x32... Continue Reading →

Anúncios

O Mundo Elegante (1)

O Mundo Elegante será o mundo patarata? Suspeita daninha que entra a enguiçar-me logo no principio! O mundo elegante e a sociedade polida, lustrosa, envernizada no corpo e no pensamento, na ação e na palavra, na intenção e na obra. Patarata quer dizer ostentação vã. Elegância quer dizer escolha. Poderão emparceirar-se as duas coisas num... Continue Reading →

O que me espanta é viver!

[Ex.mº Sn.or] Não ha que esperar na velhice quando a mocid.e foi desbaratada, contrahindo emprestimos adiantados ás forças da vida porvindoura. Não me admiro deste esfacellamento: o q me espanta é viver.   Camilo Castelo Branco [a Tomás Norton, S. Miguel de Ceide,  7 de Novembro de 1884] Doze Cartas Inéditas de Camilo Castelo Branco,... Continue Reading →

Dilúvio do ano 2000

"O dilúvio, que afogou a Europa no ano 2000, foi necessário e providencial: tanta era a corrupção daqueles povos!" (Um filósofo asiático que há-de escrever no ano 3521) dedicatória no livro "Mistérios de Fafe: romance social" Camilo Castelo Branco

Missão social do escritor

Reconhece o autor que este livro seria deficientíssimo, se assentasse em alguma ideia fundamentalmente filosófica. Não estamos em terra onde se invista a novela de missão que não seja espairecer o ânimo de estudos atentos, ou desenfastiá-lo dos enojos da ociosidade. Os letrados, que baixam até ao romance, querem-no, dizem eles, filosófico, e apontado a... Continue Reading →

Engarrafar lirismo

"Era já pleno estio. Os galans mais hardidos de Lisboa estanceavam por Sitiaes, por Pisões, e por aquellas varzeas de Collares, a engarrafar lyrismo para gastarem por salas nas noites de inverno." Camilo Castelo Branco In A queda de um anjo : romance. Lisboa : Livraria de Campos Junior, 1866. - 268, [4] p. ;... Continue Reading →

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: